Mãe atropela e mata sua filha de dois anos sem querer ao sair da garagem, ela não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital “A dor é imensa”

Uma mulher chamada Patrícia não percebeu a figura de sua filha de apenas dois anos atrás do carro e acabou esbarrando com a criança na garagem, o acidente aconteceu esta semana em Franca, no interior de São Paulo.

Devido ao ferimento, a menina não resistiu e morreu antes de chegar ao hospital, quando a tragédia aconteceu, a mãe estava tirando o carro da garagem e levando a filha de 12 anos para a escola.

Segundo testemunhas, Patricia estava saindo de casa quando o acidente aconteceu, o menino de dois anos estava com a irmã, que usava sapatos menores, no entanto.

Ainda não se sabe como a garota finalmente dirigiu para o veículo em um momento de descuido, ao ouvir o som, Patrícia parou o carro e descobriu que sua filha havia sido atropelada.

A mãe pediu ajuda, mas devido ao longo tempo, ela decidiu levar a criança ao hospital, mas Luiza Fernanda Gonçalves Morais havia alcançado a tropa sem vida, a mãe está muito triste, muito triste, ela está tomando remédio.

Ela não está satisfeita com isso, para ela, a tomada não caiu, Helena Maria Cintra disse:“ Isso é um acidente, ela está muito triste,” Patricia foi processada pela polícia por homicídio doloso, quando não tinha intenção de matar.

A tia da menina Maria José Pismel (Maria José Pismel), de 38 anos, ficou muito chateada e conversou com o G1, ela disse que Ana Beatriz foi levada ao pronto-socorro de Rio Branco (Huerb), mas faleceu poucos minutos depois.

“Quando ela viu a mãe dela, ela estava brincando dentro de casa menina, foi muito rápido e eu não estava em casa e meu filho estava lá ele viu tudo e ficou chocado, ela não viu porque o carro era grande.