Jovem sofre parada cardíaca e morre após ser submetida a procedimento estético

Uma mulher jovem de apenas 27 anos de idade, morreu em decorrência de uma parada cardíaca, após ser submetida a um procedimento estético.  A vendedora de carros Eliza da Silva, veio a óbito ontem (14/04), na cidade de Cuiabá, capital do Mato Grosso.

A jovem passou por uma lipoescultura com enxerto de gordura em glúteo, abdominoplastia e correção de uma cicatriz na mama, oriunda de outro procedimento realizado com outro profissional. Assessoria jurídica do médico responsável pelo procedimento, alega que todos os procedimentos padrões necessários para que qualquer tipo de cirurgia ocorra com a mínima chance possível de intercorrências, foram adotados pela equipe.

Segundo Alexandre Veloso, o médico responsável, Eliza havia realizado em pré-consulta com anestesista e cardiologista, todos os exames necessários, e nenhum deles apontou alguma anormalidade que pudesse impedir o procedimento estético.

Após a finalização da cirurgia, realizada das 8:00 às 14:00 do dia 13 de Abril, Eliza foi levada para o quarto, e apresentou uam evolução satisfatória. Por volta das 19:00 daquele mesmo dia, Eliza começou a se queixar de dificuldade para respirar, e após isso, alguns exames foram solicitados pelo médico de plantão. Mas os exames, não mostraram nenhum tipo de alteração em seu estado de saúde, e nenhuma anormalidade.

Por volta das 20:oo, o Dr. Alexandre Veloso, esteve na presença da paciente, que não mais se queixou da falta de ar, e  foi constatado que seus sinais vitais estavam estáveis, sem alterações. Mas por volta da meia-noite desta quarta-feira (14/04), Eliza apresentou instabilidade, e teve uma parada cardíaca, precisando ser transferida para o leito de uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Porém infelizmente, ela não resistiu e acabou vindo a óbito.

A assessoria jurídica do médico responsável por Eliza, diz que todos os protocolos de saúde e segurança foram seguidos no procedimento, e se prontificou da dar apoio psicológico para a família da jovem. O médico expressou seu mais profundo pesar a família e amigos de Eliza.