Jovem morre de Covid-19 após dar luz a gêmeas prematuras

Nathanny Ribeiro da Silva, de apenas 27 anos de idade,  morreu na última quinta-feira (15), no Hospital Guilherme Álvaro (HGA), em Santos, no litoral paulista, após dar à luz prematuramente duas meninas gêmeas. Segundo informações, a jovem permaneceu internada por cerca de um mês, devido a gravidez. Nathanny, tinha uma série de comorbidades, e por isso precisou de atenção redobrada. A jovem era hipertensa, e tinha problemas no coração e na tireoide.

Pouco antes de seu parto prematuro, Nathanny Ribeiro, infelizmente acabou contraindo o novo corona vírus, e devido a complicações da doença, acabou sendo intubada, em um leito de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Segundo informações da Secretaria de Saúde, Nathanny deu entrada no HGA no dia 15 de março, já com quadro grave, gestação de risco e um histórico de comorbidades.

Sendo assistida pela equipe multidisciplinar, a jovem ficou internada na UTI, devido a seu quadro de saúde delicado. De acordo com Ana Paula Maria Ramos, de 40 anos, gerente da Unidade de Saúde da Família (USF) do bairro Sítio Conceiçãozinha, Nathanny fez o pré-natal e tinha toda sua gravidez acompanhada pela unidade

Os médicos descobriram uma série de manchas nos pulmões de Nathanny, e ele foi colocada em isolamento com suspeita de estar contaminada pelo novo corona vírus. Foi constado que a jovem de fato estava contaminada pelo vírus. Uma cesariana de emergência teve que ser feita, devido a seu quadro clínico. Tudo aconteceu no dia 25 de Março, e as pequenas gêmeas nasceram prematuras, com apenas 7 meses de gestação.

A irmã da jovem ressalta que Nathanny estava ansiosa para conhecer as filhas, mas que morreu antes de poder segurá-las no colo. “Ela era demais. Estava apaixonada por essa gravidez, muito feliz. É complicado, ela não conseguiu nem conhecer as filhas”, lamenta. Após o parto, a jovem foi submetida a uma intubação, mas não resistiu e infelizmente veio a falecer.