Jovem manda áudio antes de morrer de coronavírus e avisa: ‘Vão desligar os aparelhos’

Uma notícia recente chocou o Brasil, Leonardo Santos de Azevedo, um garoto de 19 anos morreu recentemente vítima da pandemia da Covid-19

Estava se comunicando com sua família através do whatsapp e fez um comunicado pertubador antes da fatalidade ocorrer, o caso aconteceu em Salvador, Capital Baiana.

O Rapaz informou seus familiares através da mensagem que a equipe médica do Hospital de Campanha Wet’n Wild, gostaria de encerrar as atividades dos aparelhos que o mantinham vivo. 

A situação assustou os familiares e todo o Brasil, foi informado aos repórteres que Leandro havia testado positivo apenas 1 dias antes de falecer, que não justificavam terem desligado os aparelhos. 

Eles vão me entubar todo aqui, véi. Vão desligar o aparelho. Venha aqui amanhã“. O jovem estava em pânico com a situação, pelo que foi dito a equipe estava apenas aguardando a entubação do menino para desligar os aparelhos que o mantinham vivo. 

A cobertura realizada pelo G1 informou que a decisão da equipe foi baseada no estado do rapaz que acabou piorando. Talyta, namorada de Leandro que estava sendo informada sobre ele naquele momento, ficou apavorada com a situação e comunicou os familiares do menino que se dirigiram para o hospital. 

Uma investigação do caso para lidar se a situação e o comportamento da equipe médica foi condizente com a realidade de forma ética. 

A pandemia esta colecionando vítimas de forma descontrolada, aumentando diariamente em grande escala seus números de infectados.

O sistema de saúde está claramente mostrando suas vulnerabilidades e como as equipes agem de acordo com a situação de pressão. 

Com leitos sobrecarregados e tendo que decidir com frequência como utilizar dos recursos da melhor maneira, infelizmente pode acabar acarretando em falhas fatais, como foi o caso do jovem Leandro.  

A OMS tem se prontificado para responder sobre todos os casos que geram situações duvidosas da qualificação e decisão dos médicos.