Jovem e cheia de vida, professora de 29 anos falece de forma trágica em centro religioso;

Uma professora de apenas 29 anos de idade identificada como Helena Bordignon faleceu de forma trágica na última segunda-feira, dia 23 de janeiro. A jovem participava de uma cerimônia religiosa na cidade de Chapecó, em Santa Catarina, quando a parede de um prédio vizinho desabou.

O acidente foi registrado na Casa Espiritualista Amor e Luz, que terminou com o teto destruído em razão dos destroços que caíram do prédio vizinho. O edifício ainda não estava pronto e encontrava-se em fase de obras.

LEIA TAMBÉM:  Mãe diz que ‘premonição’ salvou filha minutos antes de acidente

De acordo com o Corpo de Bombeiros do Estado de Santa Catarina, a tragédia foi provocada por vendavais que atingiram a casa dos 90 km/h. Viaturas do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e do Corpo de Bombeiros foram acionadas para o resgate das vítimas.

Pelo menos outras 10 pessoas sofreram ferimentos, algumas em estado grave. Todavia, o Corpo de Bombeiros afirma que todos estão em condição estável.

LEIA TAMBÉM:  Lembra do Nuno Leal Maia? Aos 72 anos e sem trabalho em novelas, ator vive verdadeiro drama

Cerca de 30 pessoas participavam de uma cerimônia religiosa no interior do estabelecimento no momento da fatalidade que custou a vida da professora.

Casada, Helena Bordignon atuava como professora na rede privada. Ao longo de sua carreira como educadora, também trabalhou na rede municipal de ensino de Chapecó em 2014. A tragédia causou uma grande comoção na comunidade local e repercutiu em todo o país.

LEIA TAMBÉM:  Situação complicada! Fátima Bernardes pode receber má notícia em breve

Agora, as autoridades policiais devem dar início às investigações a fim de avaliar as circunstâncias da tragédia. A depender dos laudos periciais, eventuais responsáveis pela obra poderão responder legalmente.