Incêndio atinge hotel Manaus, crianças e bebês são resgatados às pressas e cena comove

Na manhã deste sábado (08/05), os hospedeiros de um hotel no centro de Manaus (AM), viveram momentos  muito tensos, após um incêndio atingir a instalação. Com o aumento das chamas, os ocupantes tiveram que se abrigar na cobertura, enquanto aguardavam  equipe do corpo de bombeiros, que tentaria realizar o combate chamas, e salvar os atingidos.

As informações dizem que cerca de 55 pessoas foram resgatadas do hotel, entre elas crianças e bebês. Felizmente apesar dos momentos de terror, não houveram feridos graves ou mortes. Devido a amplitude das chamas, algumas pessoas tiveram que ser resgatadas através de escadas, pelo corpo de bombeiros local.

Angela Nayerllin, uma das moradoras do prédio, deu uma rápida entrevista ao portal G1, após escapar do incêndio  e relatou que muitos moradores se encontravam “ilhados”. O fogo começou embaixo. Eu estava dormindo, meu marido que me chamou. Ele ia trabalhar. Quando eu vi, saí correndo para cima, tem muita gente lá ainda. Quando eu vi ainda tinha fogo”, contou a moradora.

Até o dado momento, as causas do incêndio ainda não foram divulgadas, porém alguns moradores acreditam, que as chamas começaram após um curto circuito no sistema de energia do prédio. Agora, teremos que esperar uma avaliação da perícia, para descobrirmos o que teria levado o surgimento das chamas.

De acordo com informações divulgadas pela TV A Crítica, de Manaus, o prédio abriga cerca de 32 famílias, a maioria delas compostas por Venezuelanos. A construção é bastante antiga, e por isso não seria surpresa se uma pane elétrica tivesse motivado tudo.

Além do Corpo de Bombeiros, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve na ocorrência para socorrer os moradores. A Amazonas Energia, responsável pelo fornecimento de energia elétrica, também compareceu ao local do incidente. Felizmente o incêndio deixou apenas danos físicos ao prédio, e que todos os moradores foram tratados corretamente pela equipe do corpo de Bombeiros e pelo SAMU.