Idosa perde filhos, marido e genro para a Covid-19: ‘Chorando sangue’

Em meio aos mais de 450 mil mortos pela Covid-19 no Brasil,  a aposentada e moradora de Francisco Beltrão, Dona Maria, ainda chora a morte de dois filhos, do marido e um genro, todos pela terrível doença que acomete nosso mundo a mais de um ano. Todas as mortes, aconteceram em um intervalo de menos de seis meses, e deixaram uma triste marca na família devastada.

Dona Maria, nem ao menos teve a chance de resguardar seu luto, e agora sofre o drama de ter uma filha internada em estado grave para a doença. O primeiro a ter a vida ceifada pelo vírus, foi o marido da idosa, que morreu aos 76 anos de idade. Dona Maria também foi infectada, mas felizmente conseguiu sobreviver. No mês de março deste ano, a idosa perdeu dois filhos, em um intervalo de duas semanas. Veroni, de 46 anos, e Osni, de 51, não resistiram ás complicações da doença, e vieram a óbito.

Pouco tempo depois, veio outro duro golpe do destino, e a doença também levou seu genro aos 55 anos de idade. A aposentada afirma em entrevista, que o “coração dói”. “Não tem o que console, não tem o que conforme, você pode conversar, pode sair mas não.. não consegue esquecer, de ninguém, nunca esquece mesmo né. É uma coisa que é insuportável, meu Deus, só Deus e Deus”, desabafou a idosa.

“Meu Deus, eu não estou conseguindo mais, é uma luta atrás da outra né. Você não consegue, você não tem mais nem o que falar mais, é muito triste. Eu peço para ninguém passar por isso, ninguém, eu sei que eu estou chorando sangue e não consigo trazer nenhum mais perto de mim”, continuou Dona Maria, que agora revela estar em oração pela recuperação da filha, que ainda se recupera no hospital. A idosa também lamenta, que se vacina tivesse chegado antes, talvez sua família não estivesse agora tão devastada.