‘Havia relações sexuais entre todos’, diz delegada sobre família de Flordelis

Na audiência da tarde desta sexta-feira dia 13 de novembro, a deputada federal Flordelis dos Santos estaria supostamente envolvido na morte de seu marido, o pastor Anderson Du Camo.

A representante responsável pela primeira fase da investigação, Bárbara Lombard disse que houve relação sexual com vários familiares que moravam na favela do Jacarezinho, no Rio de Janeiro, e a informação veio do jornal O Globo.

“Todos aí têm uma relação, o representante disse que não só Flodelis tinha uma relação de parentesco com Anderson, mas Anderson não só tinha uma relação com ela, e descreveu vários aspectos da família.

Na investigação do assassinato o caso atraiu sua atenção, a representante foi a segunda testemunha processada na audiência, chegou com 45 minutos de atraso e foi até repreendida pelo Juiz Nearis dos Santos.

De acordo com o relatório, o representante descreveu detalhadamente a relação entre os familiares, Bárbara disse que a informação foi repassada informalmente a ela pelo filho biológico de Flordelis, Flávio dos Santos.

“Flávio disse que a relação que viu em casa o enojou, as relações interpessoais são baseadas na mentira, a lógica familiar pautada na estratégia foi estabelecida, e a aparência deve ser acertada.

O representante disse que muita coisa que acontece lá não vai aparecer, Bárbara também disse que seu marido chegou na adolescência à casa dos Flordelis, porque ela seria a deputada “eleita” Anderson da missão “mais preparada”.

Na frente do representante, quem testemunhou foi Alan Duarte, o representante responsável pela segunda fase da investigação, suas observações são as mesmas de Barbara, Allan disse: “Eles se apresentam como um casal amoroso da sociedade, mas são completamente diferentes no escuro.”

Flordelis negou ter participado do crime quando testemunhou “eu não matei meu marido, eu nunca faria isso”, disse ele, a deputada federal não foi presa porque tem imunidade parlamentar, mas foi processada por violar a etiqueta da Câmara de Comércio e pode perder sua autoridade. Flordelis usa tornozeleiras.