Empresário morto ao filmar assalto em Araçatuba disse que ajudaria criminosos: ‘Também quero uma fatia’

Diversas cidades do interior estão sendo alvo de crimes violentos, o objetivo dos criminosos tem sido saquear bancos regionais, já que nesses locais o policiamento é mais precário e a cidade é menor, fato que ajuda os mesmo a saquearem os locais e aterrorizar a população. Geralmente os criminosos comparecem ao local portando armas pesadas e utilizam forte teor de violência para traumatizar a população local.

Na madrugada da última segunda-feira (30), moradores da região central de Araçatuba foram as novas vitimas de cenas de terror. De acordo com o site G1, aproximadamente 20 criminosos fortemente armados efetuaram assaltos e saques a 3 agências bancárias, levando altas quantias de dinheiro e deixando terror a funcionários locais. Os bandidos estavam fortemente armados, os mesmos usaram drones e explosivos durante a ação que chocou os moradores locais, a ação dos mesmos ainda deixou 5 feridos e 3 mortos.

O empresário Renato Bortolucci passava pelo local no momento dos assaltos e ainda resolveu filmar a ação dos bandidos e gravar áudios para conhecidos usando seu celular. Segundo a polícia, os bandidos não gostaram da atitude do empresário e Renato acabou sendo morto ao ser atingido por tiros disparados pelos criminosos. Os áudios gravados pelo empresário antes e depois de ser atingido pelos disparos chamaram atenção dos especialistas responsáveis pelo caso.

Inicialmente, Renato narra o assalto para os familiares, e ainda informa que inúmeros disparos estão sendo efetuados pela cidade. Imagens de vídeo mostram o momento que o empresário se abriga em um veículo e tenta obter registros mais detalhados sobre a ação dos criminosos. Em dado momento, Renato afirma que tentou conversar com os assaltantes informando que os ajudariam na ação.

Peraí que vou ajudar vocês aí. Peraí rapaz, é o Renatinho, vou trocar uma ideia com vocês aí. Não deu muito certo, não. Falei que ia trocar ideia com ele. Também quero uma fatia“, disse o comerciante enquanto gravava um vídeo para os familiares. Em outro áudio, Renato lamenta e informa que foi atingido por disparo.

A polícia ainda tenta averiguar o caso empresário para saber a circunstância de sua morte. Renato Bortolucci era dono de um posto de combustível e infelizmente acabou deixando suas 2 filhas. Até o momento, a polícia não tem nenhuma informação sobre os suspeitos responsáveis pelo assalto.

O caso ainda segue sendo investigado, no Brasil outras cidades também foram vitimas de tal tipo de ação violenta, caso que cresce cada vez mais e assusta as autoridades, pois normalmente os criminosos portam armas de grosso calibre e muitas delas são de uso exclusivo do exército e de forças israelitas. Outras ações desse tipo já foram investigadas e criminosos foram localizados, porém essa ainda continua sem solução ou detalhamento sobre o paradeiro dos assaltantes e de suas identidades.