Deputado detona jornalista da Globo ao vivo

A emissora Rede Globo vem sido questionada sobre o seu jornalismo ideológico, muitas pessoas não poderia critica-la ou até mesmo ser opositora da mesma. 

O deputado Capitão Augusto eleito com 242.327 mil votos, o deputado foi ao fantástico debater sobre o armamento no Brasil, programa que foi ao ar no dia 19/07/2020. Foi aonde ele desmascarou a hipocrisia da emissora, perante o armamento.

O Capitão Augusto defente que a população andem armada, em relato ele diz que acredita que o cidadão de bem tem o direito de se proteger, defender sua família e sua residência.

Ainda em entrevista a jornalista Sonia Bridi questiona sobre como saber quem é o cidadão de bem. O deputado coloca que uma pessoa que não tem ficha limpa não tem como fazer a compra de uma arma em espécie.

A reportagem mostra que nos anos que o Presidente Jair Bolsonaro, está no comando da presidência o número de armamentos está aumentando cada vez mais nos últimos anos. 

O pesquisador do impéia Daniel Cerqueira calculou que conforme cresce o número de armamentos, cresce o maior caso de violências. Ainda ele coloca que quando o número de armamento cresce 1% a taxa de homicídio cresce 2%.

O pesquisador ainda relata que a arma de fogo em um ambiente urbano ela é um excelente instrumento de ataque, mas não um excelente instrumento de defesa. Ele ainda relata que um criminoso quer agir ele estuda o local e a vítima vários dias antes de atacar.

Sonia relembra de um acontecido com o o Presidente Jair Bolsonaro, quando ele foi abordado por dois assaltantes em uma rua na Zona Norte do Rio de Janeiro. Bolsonaro estava com sua moto e armado com uma pistola 380, aonde os dois bandidos a levaram junto na hora do assalto, estudos indicam que Bolsonaro teve a sorte de não se ferir na hora da ação criminosa, pois os números indicam que o risco de ser morto em um assalto era 56% maior estando armado.

Mesmo com relato de “especialistas” convocados pela emissora, outros especialistas como André Rafael professor da Universidade Feevale, o advogado Diego Gomes Ferreira, entre outros… Estes homens defendem o porte de armamento para todos os brasileiros.

Estudos nos mostram que a taxa de mortes por arma de fogo nos Estados Unidos são mais baixas que a taxa de mortalidade que a do Brasil. Sendo que nos Estados Unidos o porte de arma é  liberado para todos os cidadãos de bem.