Coronavírus; Mulher acorda em saco preto dentro da funerária após hospital declarar seu óbito

Momentos difíceis estão acontecendo no mundo atualmente, mas o luto que uma família sofre não pode ser comparado a nenhuma outra situação.

Por conta da pandemia do COVID-19 as famílias não podem ser despedir de seus entes queridos, que vieram a falecer devido a doença.

A família de Gladys Rodrigues Duarte que vive na cidade de San Fernando no estado do Coronel Oviedo no Paraguai, vivia uma situação semelhante.

Porém por um milagre a história acabou com o final feliz, devido a uma tremenda reviravolta.

Uma mulher com idade de 46 anos que havia sido diagnosticada com câncer no ovário teve de ser levado às pressas a uma unidade hospitalar, depois de uma piora em seu estado de saúde.

Alguns dias depois, os médicos confirmaram que a mulher havia morrido, e o corpo dela foi imediatamente levado para funerária, onde aguardaria o veículo para levar o seu corpo até o cemitério.

Funcionário da empresa funerária, percebeu que o saco onde a mulher estava, havia começado a se mexer.

Logo ele conseguiu abrir a embalagem a fim de salva – la a tempo.

Ela foi levada novamente para o hospital, para dar continuidade ao tratamento, ela ainda continua lutando contra o câncer, mas a família consegue vislumbrar novamente seu sorriso.