Cássio Remis, candidato a vereador em Patrocínio, morre após ser atacado durante live; autor é irmão do prefeito, diz polícia

Na última tarde desta quinta-feira 24 de setembro, o candidato  a vereador em Patrocínio (MG) Cassio Remis (PSDB) foi morto a tiros, após ser atacado durante uma live.

Conforme com a polícia, o autor do crime é Jorge Maia, irmão do prefeito da cidade, antes de morrer, a vítima estava na Avenida João Alves do Nascimento mostrando o processo de revitalização quando alegou na transmissão ao vivo.

Que funcionários da Prefeitura eram usados para fazer serviços particulares em frente a uma residência que seria o comitê de campanha do atual prefeito, Deiró Moreira Marra.

No mesmo momento, o assassino saiu de um veículo, tomou o aparelho da vítima e voltou ao carro, segundo o tenente-coronel Salomão Queiroz Caixeta, em seguida Remis foi atrás de Jorge Marra, que se dirigiu à Secretaria de Obras.

No local, o candidato tentou pegar o telefone de volta, mas Marra atirou e fugiu, atualmente, Jorge Marra ocupa o cargo de secretário de Obras logo após o crime, a Prefeitura informou que se pronunciaria durante coletiva para a imprensa.

Logo após o encerramento da transmissão ao vivo, Remis foi atrás de Jorge Marra, em seguida, o crime ocorreu, diversas pessoas foram ao local acompanhar o trabalho da polícia.

O prefeito de Patrocínio por volta das 17h30, falou com a imprensa e afirmou que ele não teve relação com a discussão entre Cássio e o irmão além disso, Deiró Moreira Marra rebateu a crítica feita pelo candidato a vereador durante a live.

Comentou que já foi providenciada a exoneração de Jorge Marra do cargo de secretário, após o crime, Jorge Marra fugiu, a princípio houve a informação de que ele tinha se matado, sobre o assunto, Deiró disse que não está ciente.