Caso Rafael: mãe confessa que estrangulou filho com corda de varal; ele se debateu até a morte

Um caso que chocou o Brasil recentemente foi o caso da morte do garoto de 11 anos, Rafael. Sua mãe Alexandra foi a responsável pelo seu assassinato. Alexandra foi detida na delegacia de Planato, no Rio Grande do Sul. 

O caso foi abordado diversas vezes pela mídia regional e nacional, gerando enorme comoção entre os telespectadores que atacaram a mãe de Rafael de todas as maneiras imagináveis. 

Até onde o caso tinha sido apurado, Alexandra havia tirado a vida do filha de forma acidental, errando uma dose de Diazepam, que acabou gerando uma overdose e levando Rafael a óbito. 

Entretanto, muitas perguntas sobre o caso não foram respondidas , Rafael apresentava danos na costela e alguns sinais de estrangulamento que até então a mãe não havia se pronunciado sobre isto. 

O Delegado responsável pela situação, Eibert Moreira Neto, relatou uma entrevista sobre o caso para o Notícias UOL. Eibert informou a todos a confissão da mãe de Rafael, dizendo que ela havia matado o garoto com o varal, estrangulando-o após acordar da dosagem do remédio, que explica os danos físicos ao garoto. 

“Ele se debateu, caiu e machucou a costela. Ele tem uma lesão, comprovada na necropsia. Ela não conseguiu acompanhar a cena. Saiu do quarto e deixou ele asfixiando”, informou Alexandra na confissão. 

Alexandra, de acordo com a investigação realizada pela polícia era uma pessoa extremamente autoritária e não aceitava ser questionada, isso teria levado ao crime. A situação se caracterizou como homicídio doloso, que irá levar a mãe do rapaz a regime fechado de prisão após a condenação. 

A história tocou o coração de muitos brasileiros, porém muitos vizinhos e familiares fizeram passeatas em homenagem ao garoto Rafael que foi privado de viver com apenas 11 anos, muitas emissoras de televisão também prestaram suas homenagens e condolências, incluindo também o posicionamento de muitos famosos sobre o caso.