Cantor amado morre, aos 59 anos, e público fica inconformado: ‘Não era a hora dele’

Está quase acabando, e 2020 mais uma vez trará a morte para o mundo da arte, desta vez, ele era um cantor amado e talentoso, afetado por sérios problemas de saúde que o levaram à morte.

O polêmico cantor é José Manuel Rodríguez, conhecido entre os artistas pelo apelido de El Mani, ele faleceu nesta quarta-feira dia 4 aos 59 anos, após passar alguns dias no Hospital San Juan de Dios em Bormujos.

José Manuel foi levado ao serviço de saúde devido a uma infecção grave, devido ao seu estado grave, ele teve que ser hospitalizado. Infelizmente, depois de passar por uma severa deterioração.

A cantora não resistiu e ainda morreu no hospital, José Manuel Rodríguez nasceu em Sevilha, Espanha, e iniciou sua carreira musical desde criança, aos poucos foi ganhando espaço até se tornar um dos nomes mais famosos da música sevilhana nos anos 1980.

Após confirmação da família de José Manuel, a informação sobre a morte do artista espanhol foi divulgada pela agência noticiosa espanhola EFE. A cantora já sofreu outros problemas de saúde antes.

Em 2013, ele precisou de amputação devido ao diabetes e infecção, Nas redes sociais, um grande número de usuários da Internet passou muito tempo homenageando.

O cantor amado e lamentando sua morte: “Descanse em paz”, disse um internauta, outro comentou, “Deus o mantém honrado”, “não é sua hora”, exclamou um terceiro.

Segundo a prefeitura, por conta da Covid-19, um músico está internado desde 5 de junho. Tornou-se um dos maiores intérpretes do nativismo gaúcho.