Candidato a Prefeito é baleado após lutar contra corrupção, imagens fortes

O candidato do Alto Paranaíba (PSDB) de Cássio Remis (PSDB) à pré-seleção do vereador de Patrocínio foi morto a cinco tiros na tarde desta quinta-feira dia 24, após ser agredido no local.

Segundo a polícia, o suspeito é irmão do prefeito da cidade e atual ministro da Engenharia, antes de sua morte, a vítima demonstrou o processo de revitalização da via da rua João Alves do Nascimento.

Na época, alegou em transmissão ao vivo que os prefeitos costumavam prestar serviços privados em frente à casa, que passará a ser a atual comissão eleitoral prefeito.

Naquele momento, o suspeito chegou no veículo, desceu, saiu da parte superior da vítima para prevenir a vida, pegou o celular e voltou para o carro, em seguida, segundo a polícia, o suspeito dirigiu-se ao prédio da Secretaria Municipal de Engenharia.

Seguido por Remis, em frente ao site, o candidato foi baleado enquanto tentava recuperar o telefone, de acordo com o primeiro-ministro, o suspeito fugiu de um Toyota Hilux prata.

A polícia disse que está investigando o crime e vai exigir a prisão preventiva do suspeito, a tarde, Deiró Moreira Marra, o prefeito de Patrocño, dirigiu-se à imprensa dizendo que nada tinha a ver com a discussão entre Casio e seu irmão.

“A primeira coisa que quero dizer é que estamos muito frustrados com o que aconteceu, sentimos dor e arrependimento, e sentimos muito por isso. Lamentamos tudo o que aconteceu e esta série de fatos infundados.

Infelizmente, isso levou à morte do deputado Cássio Remis porque meu irmão Jorge Marra disparou uma arma, esperamos que a polícia esclareça e apure todos os fatos de forma transparente e obtenha imunidade absoluta em todos esses aspectos.