Bebês e idosos ficam presos em prédio durante trágico incêndio; cenário é de pânico e destruição

Na quarta-feira, 4 de novembro, ocorreu uma tragédia em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, o prédio do primeiro andar do bairro do Castelo, na Pampulha, foi tomado por fortes chamas.

Vários moradores foram presos, incluindo bebês e idosos, os bombeiros apagaram as chamas no local, além disso, muitas vítimas precisam ser resgatadas, há relatos de moradores do prédio inalam fumaça.

O que pode ser muito grave em caso de incêndio, “temos pelo menos 8 andares de informações de bebês e idosos no prédio (estou verificando o número exato de andares)”.

Informam os bombeiros por meio de anotações no local preliminar, de acordo com as autoridades, o fio energizado ficou exposto depois que sua capa protetora foi destruída pelas chamas, dificultando o resgate.

O incêndio gerou um momento de pânico para todos os moradores do prédio, algumas pessoas tentaram descer as chamas usando uma escada simples ao longo da lateral do prédio.

Para realizar o resgate, a Cemig (administradora de distribuição de energia da região) precisa ser acionada para fechar os postes, pelo menos quatro veículos do Corpo de Bombeiros.

Equipes do Samu e da Gendarmaria estiveram no local para auxiliar nas obras, um vídeo postado na internet mostra o momento em que uma fumaça densa está saindo do prédio.

Ao mesmo tempo, caminhões dedicados ao combate a incêndio tentavam controlar o incêndio, segundo os bombeiros, os seis veículos da brigada de incêndio foram acionados por volta das 3 da manhã para extinguir as chamas.