Bebê de 23 dias é abandonado junto à carta comovente: ‘Por favor, não julguem a minha mãe’

Um bebê de apenas 23 dias foi abandonado na porta de um Centro Social em Portugal. Até ai, não parece um fato tão inusitado, já que quase diariamente, acompanhamos casos de crianças que acabam sendo abandonadas pelos próprios pais, ainda recém nascidos. No entanto, um fato sobre esse caso chamou a atenção das autoridades, pelo fato de que a mãe deixou uma carta que acompanhava a criança, escrita de próprio punho, mas como se tivesse escrita pela voz da criança, onde ela pedia que fosse cuidada com muito carinho.

O portal de notícia O Globo, publicou um trecho da carta, aonde a mulher se justifica, dizendo que não tem estrutura o suficiente para cuidar do filho, e que por isso a deixaria sob os cuidados de outras pessoas mais capazes de darem um lar digno para seu bebê. A mulher desabafa, dizendo que ama muito seu filho, e que por isso teria que deixá-lo, para que ele não sofre junto com ela.

Assim que o bebê foi encontrado, o corpo de bombeiros foi acionado, e foi até o local. Joel Gomes, um dos bombeiros que respondeu ao chamado, conta que ficou emocionado com o relato da mãe em carta. Ele conta, que pelo relato da mãe, ela parecia amar muito seu pequeno. Segundo Joel, ela se preocupou em deixar seu filho alimentado e bem agasalhado.

Olá, desculpe a invasão a essa hora na casa e na vida de vocês de repente… mas é que a minha mãe me ama muito a ponto de me entregar para outra família com melhores condições para me adotar. Por favor, não julguem a minha mãe, ela só está evitando que eu sofra junto com ela”, diz outro trecho da carta.

A mãe pede para a criança que nasceu no dia 26 de Agosto, que ela seja tratada com muito carinho, e que não seja maltratada por ninguém. O caso foi entregue ao Ministério público, e caso ninguém reclame a guarda da criança, ela  será levada para a adoção.