Auxílio Emergencial: Projeto de Lei é apresentado e pede extensão do benefício até junho; conheça os valores

O pagamento do auxílio emergencial foi concluído na semana passada, porém, diante da crise desencadeada pela pandemia do coronavírus, milhares de brasileiros ainda esperam que o plano dure vários meses em 2021.

Apesar da oposição do governo a isso, alguns parlamentares começaram a promulgar projetos de lei para expandir a Lei Nacional de Desastres, expandindo assim o plano, que ajudará quase 68 milhões de brasileiros em 2020.

Nesta semana, Weverton Rocha (MA), chefe do PDT do Senado, propôs um projeto de decreto sugerindo um novo estado de desastre público devido às sutis circunstâncias da luta contra o Covid-19.

Na proposta, o senador propôs estender o decreto até 30 de junho de 2021 e, por meio do decreto, o pagamento do auxílio emergencial pode ser devolvido até essa data.

No ano passado, Weverton Rocha foi o repórter do projeto, que determinou o estado dos desastres públicos em terras do país, atualmente, um parlamentar não exerce mais a mesma função.

 Antes, precisa conquistar o apoio de outros parlamentares para discutir o assunto no Congresso, “Propus um projeto para estender o estado de desastre por mais 180 dias. A proposta é muito importante para o Brasil.

O texto vai permitir gastos com saúde para compra de vacinas. Senador Weaverton Rocha (Weverton Rocha) em seu De acordo com seu perfil no Twitter, também é possível estender o atendimento emergencial de R $ 600,00.

Mesmo com todas essas ações, o governo federal ainda se opõe à ampliação do atendimento emergencial em 2021, de acordo com o presidente Jair Bolsonaro, a decisão é considerada inviável.

Com a alta economia do país, a situação econômica do país ficará mais complicada, as despesas mensais representadas pelo plano nos últimos meses.