Auxílio: 17 milhões de aprovados não receberão as 4 parcelas de R$ 300

Muitos atrasos no benefício do auxílio emergencial, e pelo o governo federal pela a análise,pelo menos 17,2 milhões de brasileiros não vai receber aa novas parcelas de R$300.

O governo de Jair Bolsonaro falou que irá pagar as parcelas do auxílio emergencial, até a data do dia 31 de dezembro de 2020, e quem receber o benefício recebeu quem não recebeu não vai receber.

Só teriam tempo suficiente para quem veio a receber a primeira parcela em abril do auxílio emergencial, mas quem recebeu depois não vai conseguir receber as quatros parcelas de R$300.

Quem veio a receber o benefício em abril irá pegar todas as parcelas, mas quem pegou a primeira parcela em maio receberá três parcelas de R$300, quem pegou em junho pegará duas de R$300.

E quem pegou em julho irá receber somente uma em dezembro, mas quem pegou agora em agosto não irá conseguir nenhuma das parcelas das de R$300, do auxílio emergencial.

Será paga mais quatro parcelas do auxílio emergencial no valor de R$300, esse benefício terminará em dezembro de 2020, e pelo jeito não será mais prorrogado pelo governo.

Depois do governo prorrogar mais duas parcelas de R$600, eles vão fazer mais quatro de R$300, é o valor emitido para conseguirem pagar as parcelas disser o ministério da econômica.

Mas com isso veio novas regras para conseguirem ver quem realmente precisa do benefício e quem não está precisando do auxílio emergencial, para pessoas que necessitam para manter suas casas.