Apresentadora rasga o verbo em entrevista; “Não estão deixando Bolsonaro governar, só nos resta orar”;

O universo eleitorado brasileiro tem se mostrado bastante diversificado.

Os eleitores do atual Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, também se diversificam em três tipos, o que se arrependeram de votar nele, mas mantém o apoio, os que apoiam para protestar contra o PT, e os eleitores arrependidos.

Antônia Fontenelle, em uma entrevista dada recentemente, revela seu posicionamento em relação ao seu voto ao atual presidente do Brasil.

Um entrevistador decidiu perguntar:

Seu voto em Bolsonaro foi por convicção ou contra o PT?

A resposta foi curta e grossa.

“As duas coisas

Antônia Fontenelle, diz que não se arrependeu em ter votado em Jair Bolsonaro.

Minha aposta foi nele, e assim permanecerá”.

Foi questionado também para Fontenelle, o assunto que aborda o tema do isolamento social.

O presidente Jair Bolsonaro já disse em diversas ocasiões que considera a covid-19 uma “gripezinha” sem grandes consequências. Ele é contra quarentenas, não usa máscara nem evita aglomerações. Você o segue nisso tudo?”

Antônia responde:

“Sou a favor do meio-termo, quem for do grupo de risco se isola, os demais têm de trabalhar. Seguindo as normas recomendadas pela OMS “.

Apoiadora de Bolsonaro, Antonia Fontenelle mostra indignação com ...

Meu foco é no presidente, minha aposta foi nele, até agora, e assim permanecerá. Não vi nenhuma acusação de corrupção por parte dele, mas acho que não estão deixando ele governar, só nos restar orar”.

Bom, a maioria das pessoas que seguem as ideias e propostas de Bolsonaro, tem a mesma visão de Fontenelle.

Porém há aqueles que são totalmente contrário ao presidente, porém sabem da real importância que ele tem para o povo brasileiro, e que Bolsonaro, é a única saída para tirar o Brasil da lama, porém o STF – Supremo Tribunal Federal, o Governo Estadual e os municípios, não estão deixando ele trabalhar, pois sabem que ele veio para acabar com a corrupção do nosso país.

Logo, isso prova que ele sozinho, não pode colocar em prática, todas as suas ideias de campanhas, pois ele será barrado, pelo STF e pelo Congresso.