Após punição da Justiça, Flordelis passa mal e é internada; estado de saúde da pastora é desconhecido

A deputada Flordelis, se tornou notícia nacional, após suspeita de envolvimento no assassinato de seu próprio marido. O caso chocou a todos, pois além de deputada, Flordelis era também pastora.

Anderson do Carmo, foi morto por uma saraivada de tiros, na casa onde ele e a esposa viviam, nas redondezas de Pendotiba, região de Niterói. Na madrugada de 16 de junho de 2019. Anderson de 42 anos de idade, era administrador da casa, e da carreira de sua esposa Flordelis, mas foi traído por quem mais confiava. O filho de deputada e pastora Flávio dos Santos Rodrigues, foi preso como um dos executores do crime.

 

Flordelis, foi afastada de seu cargo como deputada recentemente, por decisão do Tribunal de justiça do Rio de Janeiro. Ela já havia sido hospitalizada na última semana, ficando fora da votação que decidiu a prisão do Deputado Federal Daniel Silveira. O estado de saúde dela, ainda não foi divulgado.

A deputada, só não foi detida até o momento, devido a sua imunidade parlamentar, que é uma lei que causa descontentamento em boa parte das pessoas de nosso país, pois a pessoa não recebe um julgamento justo até que o seu cargo público termine.

Flordelis, nega que tenha qualquer tipo de envolvimento no crime, mas usa desde o ano passado, uma tornozeleira eletrônica, que vigia 24 horas por dia os seus passos. Muitos acreditam na culpa da deputada, pois várias análises foram feitas, e tudo depõe contra ela.

Anderson do Carmo, era conhecido por ser uma pessoa alegre, que conduzia o culto na igreja aonde sua mulher era pastora, com  muito entusiasmo e alegria. O crime chocou o Brasil inteiro, devido a sua crueldade. O casal havia criado aproximadamente 55 filhos, entre eles muitos filhos que não foram adotados no papel, mas que viviam com o casal como parte da família.