Após 60 anos, um fenômeno no mar voltou a acontecer em Acapulco

Um fenômeno natural que já era dado como extinto, voltou a aparecer em Acapulco.

Esse fenômeno, ocorreu em uma praia, onde foi possível ver as ondas do mar em tom de azul neon.

Cm as imagens divulgadas nas redes sociais, a sensação que dá, é de que o mar se transformou no céu.

A água que chegava na orla da praia, por conta das onda, de acordo com os observadores do loca, não parecia real.

O interessante, é que esse fenômeno, voltou a ocorrer 60 anos depois em Acapulco.

Uma das explicações, foi o fato da natureza ter percebido a falta dos turistas, logo, a poluição nas praias reduziram completamente.

A população se encontra de quarentena, e não estão saindo de casa, devido a Pandemia do novo coronavírus.

A praia sortuda, foi a de Puerto Marqués, e as ondas foram comparadas com a aurora boreal.

O responsável por esse efeito é o chamado plâncton bioluminescente, e era comum isso ocorrer no passado, todos os anos.

Logo os moradores mais antigos do local, puderam reviver a infância, enquanto quem nunca viu, teve a oportunidade de ver pela primeira vez, algo praticamente extinto da região.

O plâncton bioluminescente, é causado por bactérias marinhas, e essa bactéria se chama fitoplâncton, considerados os seres mais abundantes em termos de bioluminescência.

Devido ao isolamento social, os cientistas esperam que esse fenômeno natural, continue acontecendo.