Adolescente é apreendido suspeito de matar a mãe durante briga por celular, em Cumari

Um jovem de 14 anos foi preso sob suspeita de esfaquear a mãe de 39 anos em Cumari, sudeste de Goiás, segundo a polícia, eles discutiram em um telefone celular, o que incentivaria o crime.

O caso ocorreu na madrugada do sábado dia 24 de outubro, Vitor Magalhães, o representante responsável pelo caso, explicou que, segundo o depoimento do adolescente, quando ele e a mãe começaram a brigar, estavam a caminho de casa.

“De acordo com o depoimento do menor, eles discutiram em um telefone celular em uma via pública, a criança será proprietária do dispositivo, mas o dispositivo pertencerá à mãe.

Ela pediu que ele não quisesse entregá-lo”, disse ele, o depoimento do menino também afirma que, ao voltar para casa, ele pegou uma faca e esperou que a mãe chegasse no quarto e começou a esfaqueá-la.

“O primeiro-ministro atendeu ao telefonema de uma pessoa que ouviu os gritos, o agente acrescentou que, no caminho para o local, colocaram o agressor na rua, ele confessou o crime e levou o policial para casa.

Ainda segundo Vitor Magalhães, o menino deverá ser encaminhado ao Ministério da Relações Públicas e ao Tribunal de Menores e Menores, que decidirá sobre a continuidade da detenção.

Antes estava hospedado no centro de estágio temporário em Goiânia, o delegado disse que as investigações continuam e que o menino poderá ser convidado a depor novamente e poderá tomar outras providências.

No início, os jovens cometeram crimes semelhantes a homicídio, segundo a polícia, a vítima tinha 39 anos e foi várias vezes esfaqueada, um menino de 14 anos tentou escapar de bicicleta, mas foi encontrado e detido pela Polícia Militar.