Mãe procura filho desaparecido há 2 meses em Franca: ‘Não consigo mais viver’

Camila Pedroso de Oliveira, mãe de uma adolescente desaparecido em Franca (SP), utilizou as redes sociais para fazer uma batida e denunciou cerca de duas A dor de não ver o menino quando ele não foi ao varejo há um mês e não voltou.

Até a noite de quinta-feira dia 22 de outubro, os vídeos publicados emocionaram os internautas e foram compartilhados 138 mil vezes. Wesley Pires Alves Filho é carinhosamente chamado de Weslym pela família e tem 13 anos.

Ele desapareceu em 28 de agosto. Desde então, Camila disse que tinha problemas para comer e dormir à noite, “não tenho notícias ou fotos que comprovem a posição do meu filho.

Não tenho para onde olhar, nada para fazer, a polícia disse que não tinha ideia, para onde ir e nada para fazer, então decidi pedir ajuda porque eles não me conheciam, o que estou fazendo “, disse.

No dia de seu desaparecimento, câmeras de segurança registraram Wesley ainda na via expressa Franca (SP-345), próximo ao Aeroporto Jardin I, onde morava, e o Engenhero Ronan Rocha.

Depois disso, nenhuma evidência mais específica foi registrada, desde o desaparecimento, a família recebeu informações sobre o paradeiro do menino de moradores da região, o que a fez viajar pela cidade próxima a Franca.

Em busca de pistas que provassem que os fatos estavam errados, deixando Camilla mais inconsolável, em agosto, um motorista disse à polícia que encontrou o menino perdido em Serana (SP) e pegou um carro para Ribeirão Preto (SP).

Segundo Eduardo Bonfim, representante da investigação, Wesley não parece interessado em voltar para casa, Camilla discordou do apelo da polícia à investigação, ela acredita que seu filho foi parado por alguém e cuidado por outra pessoa, o que a polícia disse ser improvável.