Luto: Acaba de falecer grande jornalista em decorrência de câncer

O Brasil lamenta a perda de um excelente jornalista na noite de quinta-feira dia 10 de dezembro, a repórter formou-se pela UFRJ em 1986, é repórter e editora de moda das revistas Desfile e Manchete.

Editora de política e moderadora da Jordan Manchete, é importante destacar que é roteirista e apresentadora do programa “Cidade e Educação” e editora do programa “Encontros Culturais”.

Ela adora museus, centros culturais e história.Em 2000, filmou mais de 20 documentários cariocas, sua carreira foi realizada na Rede Manchete, cerca de um ano depois de lutar contra o câncer.

A repórter e apresentadora Leila Richrs morreu aos 65 anos, o anúncio da morte do repórter e apresentador foi feito no Facebook, em sua rede social, “queridos amigos! Depois de uma longa batalha contra o câncer, finalmente descansei.

Sem acordar, serei cremado, obrigado por seu amor e oração, um beijo. Amém!”, Dizia a publicação, a postagem da publicação indicava que Laila não queria ser enterrada, e a família fez a cremação do corpo como último desejo do repórter.

Laila é sempre muito bonita e esperta, correm boatos de que, quando ela está trabalhando na manchete, o telefone da redação continua tocando. Por quê, recebeu várias propostas de casamento, jantares a dois e várias propostas.

Na época, a voz de Laila era considerada a mais emotiva dos telejornais, em entrevista ao “O Globo” em 2014, ela disse: “Minha voz ainda é reconhecida hoje, chama a atenção porque não é obrigatória.

É uma ferramenta de trabalho e não a utilizei para seduzir. Existem várias maneiras de fazer isso, incluindo gestos ou sorrisos.” Em 2017, Leila ingressou no You Tube e lançou o canal de entrevistas “Leila +60”, o eterno repórter e anfitrião deixou dois filhos, Gilchem ​​e Daniel, e uma neta Maria, de 7 anos.