Humorista Rodela morre vítima de Covid-19, aos 66 anos, em SP

O humorista Luiz Carlos Ribeiro mais conhecido como Rodela morreu em São Paulo nesta quarta-feira dia 2 de dezembro, a informação foi confirmada pela Assessoria de Imprensa do SBT.

Há duas semanas está internado no Hospital Geral de Guarulhos, na Grande São Paulo, de acordo com o consultor da emissora, o diagnóstico de Covid-19 foi confirmado nesta terça-feira dia 1.

“Infelizmente, o SBT lamenta a morte do humorista Luiz Carlos Ribeiro, que costuma se chamar Rodela, quarta-feira, 2 de dezembro, 01 No domingo, terça-feira, seu diagnóstico de Covid-19 foi confirmado.

Esta noite, sofrendo de hemodiálise, parada cardíaca e agonizante SBT expressou solidariedade e deseja que Deus console sua família, Rodela é um artista de rua de São Paulo, conhecido pela habilidade de fazer caretas.

Ganhou fama na TV ao participar de programas em auditório. Sua primeira aparição na TV foi em um programa de variedades em 1992, onde interpretou uma comédia, posteriormente, participou de diversos programas de humor.

Apareceu no programa Ratinho Livre da TV Record em 1997, no ano seguinte, como Ratinho participava do SBT, Rodela entrou para o elenco do Programa do Ratinho e lá trabalhou por vários anos.

Rodela também participou da A praça é Nossa e fez várias pinturas, posteriormente, participou do programa Show do Tom e também teve um recorde, Murilo Bordoni, chefe do projeto Ratinho, compartilhou a novidade em sua rede social.

Ele publicou um artigo no Instagram Stories: “Acabo de receber a lamentável notícia de que meu querido amigo Rodela faleceu”, e acrescentou, “segundo sua esposa, ele fez hemodiálise e teve uma parada cardíaca, três vezes, estou muito deprimido, falo com ele quase todos os dias, meus sentimentos sinceros por Vera e pelas crianças. “