‘É de partir o coração, minha filha acha que é feia agora’: mãe desabafa após filha se queimar com álcool gel

Depois que o álcool gel que acabara de beber pegou fogo, uma menina de seis anos sofreu queimaduras graves no rosto, na época do acidente, Izabella era moradora de Ohio.

Nos Estados Unidos, acompanhada de sua babá e alguns amigos, de acordo com o relatório do “Daily Mail”, a mãe de 29 anos Larissa Schaffenberg recebeu uma ligação depois que ela saiu.

Pediu que ela fosse ao hospital porque sua filha havia queimado seu rosto, a americana disse que a menina estava brincando com o irmão, filho de um vizinho e um primo, a mãe explicou.

“Eles bagunçaram o álcool gel lá fora porque a gente está usando para nos proteger do COVID-19, as crianças começaram a espirrar o produto na varanda, que ficava perto.

Quando a criança acendeu o isqueiro, causou um incêndio e atingiu Izabella no rosto, quando ela chegou ao hospital, o médico teve que cortar as roupas da menina e dar-lhe remédios para aliviar a dor e limpar as queimaduras.

Izabella deve ficar no hospital para observação, após a alta, a mãe precisa lavar as queimaduras duas vezes ao dia para manter os cuidados. Felizmente, as meninas não precisam enxertar a pele e as cicatrizes desaparecem gradualmente.

Larissa disse que levou cerca de três meses para sua filha se olhar no espelho novamente após o acidente, ela estava com muito medo do que veria,  “é de partir o coração, minha filha acha que ela é feia agora.

Eu digo a ela todos os dias que ela é linda e ela não precisa ser tão bonita quanto qualquer outra pessoa, mas ela não acredita em mim muitas vezes”, disse a mãe, o curso da menina está sendo feito online.

Para a mãe é um alívio, pois ela pode desligar a câmera para que nenhum colega a veja, a mãe disse que ficou chocada e não esperava que o álcool gel causasse tantos danos.

Os pais precisam estar vigilantes com seus filhos, o álcool pode causar queimaduras graves em crianças, o contato com a boca ou os olhos também pode causar danos, evite colocar o produto fora do alcance das crianças.