Chamando imagens aérias, Maju Coutinho abre Jornal Hoje anunciando tragédia em santuário brasileiro

Neste ano de 2020 tem sido de notícias muito duras em escala mundial, mas os brasileiros parecem que tem direito a um bônus. A jornalista Maju Coutinho abriu o Jornal Hoje desta última terça-feira, com mais uma tragédia prestes a ser anunciada.

Pois a queimada no pantanal está escalando seu poder de  destruição, deixando em cinzas grandes áreas que levarão anos para se recuperar.

Mas o ponto que chamou mais a atenção e que valeu o destaque na abertura do telejornal, foi o fato do estar se aproximando de um santuário de araras-azuis, classificados como o maior do mundo, segundo a própria jornalista.

Com toda está queimada, já foram devastados quase 2 milhões de hectares do pantanal brasileiro só em 2020. A apresentadora apontou que o trabalho dos bombeiros que combatem ao fogo neste momento está cada vez mais difícil e arriscado.

Pois agora eles têm está missão extrema de tentar salvar as aves que estão tentando fugir, desnorteadas, em meio às chamas, a fumaça produzida pela queimada é tanta que existe um alto risco das aeronaves, que lançam água na tentativa de extinguir o fogo.

As aeronaves colidem com as aves que fogem desesperadas do incêndio, outro ponto é o risco para o próprio tripulante que tem sua visibilidade prejudicada.

E altos riscos de colisão com obstáculos, devido à falta de capacidade visual, limitada pela fumaça, a edição da reportagem do jornal de Maju fechou a matéria com a informação de que o fogo se aproximou do dormitório das aves.

Pois o fogo teria chegado até o santuário das aves, chamado Fazenda São Francisco de Perigara, que é reconhecido como um dos mais importantes do mundo em relação a espécie.