Após ficar um mês em coma por Covid-19, médico consegue milagre e volta a atender pacientes: ‘Eu renasci’

Renascimento, foi assim que o médico Cláudio Sérgio Martins, de 32 anos, classificou a vitória sobre o Covid-19. Como membro da linha de frente da doença, o médico passou 59 dias no hospital,

30 dos quais em coma devido a complicações do coronavírus, ele conseguiu superar isso, depois de muito tempo afastado das atividades de luta contra a vida, o médico paulista de São Vicente voltou ao trabalho esta semana.

‘Visitar é devolver um pedaço da vida que a doença queria roubar de mim”, disse ele em entrevista ao G1, atuando na linha de frente contra a Covid-19 no litoral de São Paulo, Cláudio desenvolveu febre.

A seguir, sintomas de cansaço severo, além de queda significativa da saturação, após algumas semanas os sintomas não diminuíram e Cláudio teve de ser hospitalizado.

Nos últimos dois meses, depois de mostrar imagens de isquemia mesentérica, 80% dos pulmões da equipe médica foram danificados e até fizeram uma cirurgia no estômago. 

Cláudio foi submetido a uma traqueostomia e colocado em coma induzido, o milagre ocorreu em outubro, quando o profissional de saúde teve uma recuperação significativa e recebeu alta.

De volta ao trabalho, Cláudio disse que agora vê os pacientes da Covid-19 de uma perspectiva diferente e sempre se lembra de tudo o que aconteceu. O médico diz que ainda não chegou a hora.

‘Eu renasci, não foi o meu momento, realmente, o vírus pode entrar, caminhar e se afastar, ou pode entrar e causar danos, por isso, é preciso ter consciência, já suportamos tanto a quarentena, podemos aguentar um pouco mais ”, disse Cláudio.