Andressa Urach diz que se sentiu mais usada na Igreja Universal que na prostituição

Andressa Urach fez um grande anúncio nas redes sociais, dizendo que mesmo quando era prostituta se sentia “usada” como se fosse próxima da Igreja Universal, Ullah disse que ele “apodreceu da igreja”.

Ele disse: “Como todos sabem, dediquei os últimos seis anos da minha vida a Jesus, mas no final me senti um objeto descartável. Mesmo durante a prostituição, nunca senti isso.”

“Eu sei que Jesus não tem nada a ver com Jesus, a obra de Deus é feita por meio de pessoas que falharam, fui excluído do grupo e me fez sentir como um demônio porque não me juntei a esta organização.

Tudo, o que aconteceu nos últimos anos, você será difamado e eu me tornarei ateu. ”“ eu amo igreja, mas não posso mais ir à igreja, fico muito ”, Andressa disse que fechou a escola de jornalismo.

Voltou ao tratamento psiquiátrico para controlar a síndrome límbica, “tive uma conversa amigável com a igreja para que eles pudessem devolver minha doação nos últimos anos.

Mas infelizmente ainda não a devolvi e não quero ir ao tribunal, Andressa anunciou que não serviria mais como pastora da Universal Pictures, em um vídeo, ele mostrou unhas com unhas vermelhas.

E ela pintou no cabelo, Ullach retrucou que a mudança de aparência era um pecado, “Desamarre-se”, disparou ele, Ullach lembrou: “Fui excluído do grupo, fazendo-me sentir como um demônio que não entrou para a organização.

Se eu contar o que aconteceu nos últimos anos, você ficará com medo e eu me tornarei Ateu “, insinuou. A partir do momento em que quase morreu devido à má aplicação do hidrogel.

“Mas graças a Deus, no hospital em 2014, enfrentei a morte, tive experiência pessoal com Deus e sabia que Jesus ainda estava vivo.” o influenciador digital confirmou, em seguida.

O ex-A Fazenda revelou que estava preocupado com as críticas da gravadora à Universal Music e foi retaliado, “tenho contrato com uma gravadora no Rio Grande do Sul, e meu salário depende de mim financeiramente até março do ano que vem.